BOAS PRÁTICAS AGROPECUÁRIAS EM PROPRIEDADES LEITEIRAS

Leonardo Coelho Pires

Resumo


A pecuária leiteira é um mercado que vem se destacando na economia, onde o Brasil encontra-se entre maiores produtores de leite do mundo. Porem, apesar do crescimento, apresenta baixa competitividade e qualidade do produto final. Na medida em que o consumidor se torna mais exigente, os procedimentos de Boas Práticas Agropecuárias são fundamentais para que aconteçam mudanças expressivas neste cenário. O presente trabalho objetivou expor a implementação das BPA’s e as vantagens delas em 295 propriedades leiteiras situadas no estado do Rio Grande do Sul, que fazem parte de um programa do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, que por meio de assistência técnicas e palestras educativas, pretendiam atingir áreas como: Qualidade do leite e manejo na ordenha (redução da CCS e CBT), melhoramento genético, sanidade do rebanho e produtividade. Os resultados demostram que a implementação desses novos padrões e métodos aumentou a produtividade, a qualidade do leite a sanidade do rebanho, ultrapassando o objetivo inicial. Observou-se que essas novas técnicas de manejo contribuem para que o produtor possa agregar valor ao produto e satisfazer o consumidor final. Conclui-se que a implantação de medidas simples de correção durante o processo produtivo do leite melhora expressivamente a qualidade deste, melhorando toda a cadeia produtiva do leite.

Palavras-Chave: Leite, Segurança Alimentar, Produtividade.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A. C., et al. Perfil sanitário de unidades agrícolas familiares produtoras de leite cru e adequação à legislação vigente. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, Brasil, 2016.

AMARAL, T. M. et al. Implantação de boas práticas de produção de leite no Setor de Bovinocultura de Leite do IF Sudeste MG Câmpus Barbacena. Barbacena, MG, 2014.

BERNARDI, A. C. DE C. et al. Análise e melhoria do processo de avaliação dos

impactos econômicos, sociais e ambientais de tecnologias da Embrapa Pecuária Sudeste.

Gest. Prod., São Carlos, v. 17, n. 2, p. 297-316, 2010.

BRASIL. Decreto nº 8.533, de 30 de setembro de 2015. Regulamenta o disposto no art. 9º-A da Lei nº 10.925, de 23 de julho de 2004, que dispõe sobre o crédito presumido da Contribuição para os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público - PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - Cofins relativo à aquisição de leite in natura, e institui o Programa Mais Leite Saudável. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, n. 188, p. 1, 2 out. 2015. Seção 1 pt. 1.

BRASIL. Instrução Normativa nº 45, de 22 de dezembro de 2015. Estabelece os procedimentos para habilitação, análise e acompanhamento de projetos de investimento do programa Mais Leite Saudável, a serem aprovados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília: MAPA/SE, 2015.

BRASIL. Instrução Normativa nº 62, de 29 de dezembro de 2011. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, Brasília: MAPA/SE, 2011.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Pecuária Municipal 2014. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA. IBGE,2014. Disponível em: . Acesso em: 10 mai. 2017.

COSTA, H. B. A; PIMENTEL, C. M. M. AVALIAÇÃO DOS PRINCIPAIS PROGRAMAS DE BOAS PRÁTICAS AGROPECUÁRIAS IMPLANTADOS NO BRASIL PARA PROMOVER A SUSTENTABILIDADE DA CADEIA LEITEIRA Brasília, fev. 2016.

FAOSTAT. Food and Agriculture Organization of the United Nations – Statistics Division. Disponível em: . Acesso em: 16 abril. 2017.

FERNADES, L. L. V. PRODUÇÃO E QUALIDADE DO LEITE: UM ESTUDO DE CASO NA APELU. Porto Alegre, 2011.

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION OF THE UNITED NATIONS e INTERNATIONAL DAIRY FEDERATION. Guia de boas práticas na pecuária de leite. Produção e Saúde animal Diretrizes. 8. Roma, 2013.

GOMES, E. J. Dados do Censo Agropecuário confirmam concentração da atividade leiteira no Brasil. Boletim do Departamento de Estudos Socioeconômicos Rurais. Curitiba: nov. 2009.

GONÇALVES, A. C. S. et al. Assistência técnica e extensão rural: sua importância para a melhoria da produção leiteira. Relato de caso. Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal (v.8, n.3) p. 47 – 61 jul - set (2014).

KUIPERS, A.; VERHEES, F. J. H. M. Sustainable agriculture, good farming practices and application of quality assurance schemes in dairy sector. 18th International Farm Management Congress Methven, Canterbury, New Zealand, 2011.

LOURENZANI, W. L. et al. Processo de Desenvolvimento de Boas Praticas Agrícolas (BPA) na região da Nova Alta Paulista. Ribeirão Preto/SP. Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural. Disponível em: . Acesso em: 03 jun. 2017.

MATSUBARA, M. T. et al. Boas práticas de ordenha para redução da contaminação microbiológica do leite no agreste Pernambucano. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 32, n. 1, p. 277-286, jan./mar. 2011.

MÜLLER, E. E. Qualidade do leite, células somáticas e prevenção da mastite. Simpósio sobre Sustentabilidade da Pecuária Leiteira na Região Sul do Brasil, v. 2, p. 206-217, 2002.

PAIXAO, M. G. et al. Impacto econômico da implantação das boas práticas agropecuárias relacionadas com a qualidade do leite. Rev. Ceres. 2014, vol.61, n.5, pp.612-621.

PEREIRA, E. J; MANEIRA, A. A. M. APLICAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS AGROPECUÁRIAS (BPA) NA OBTENÇÃO DE MELHOR QUALIDADE NO LEITE DE COOPERATIVAS. Cadernos de Pós-Graduação da FAZU, v. 1, Uberaba, 2010.

RIBEIRO M., STUMPF W. J., BUSS H. Qualidade de leite. In: Bitencourt D, Pegoraro LMC & Gomes JF. Sistemas de pecuária de leite: Uma visão na região de Clima Temperado. Pelotas. Anais, Embrapa Clima Temperado. p.175-195, 2000.

SANTANA, E. H. W. et al. Contaminação do leite em diferentes pontos do processo de produção: I. Microrganismos aeróbios mesófilos e psicrotróficos. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 22, n. 2, p. 145-154, jul./dez. 2001.

YAMAZI, A. K. et al. Práticas de produção aplicadas no controle de contaminação microbiana na produção de leite cru. Biosci. J., Uberlândia, v. 26, n. 4, p. 610-618, July/Aug. 2010.

VALLIN, V. M.; et al. Melhoria da qualidade do leite a partir da implantação de boas práticas de higiene na ordenha em 19 municípios da região central do Paraná. Semina: Ciên. Agrar., 30:181-188, 2009.

ZOOCAL, R. Quantos são os produtores de leite no Brasil? Panorama do leite on line, Centro de Inteligência do Leite, EMBRAPA Gado de Leite: Juiz de Fora, ano 6., n. 64, mar. 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Científica do curso de Medicina Veterinária - FACIPLAC

Revista Científica de Medicina Veterinária - REVET - ISSN 2448-4571

Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos - UNICEPLAC

Gama Leste, Brasília - DF

revista.veterinaria@uniceplac.edu.br

Editora-Gerente: Profa. Dra. Daniela Carrilho de Jesus

Editora-Seção: Profa. Dra. Tatiana Guerrero Marçola