AVALIAÇÃO DO POTENCIAL ANTAGONISTA DE BACTÉRIAS ÁCIDO LÁTICAS FRENTE A LISTERIA MONOCYTOGENES E SALMONELLA ENTERITIDIS

Gustavo Madureira Ferreira

Resumo


O leite constitui um excelente meio para o desenvolvimento de microrganismos desejáveis e indesejáveis. Dentre os desejáveis, as bactérias ácido láticas (BAL) se destacam e são de extrema importância para a indústria de lácteos. Essas bactérias são capazes de produzir substâncias antimicrobianas frente a microrganismos deteriorantes e patogênicos, com destaque à Listeria monocytogenes e Salmonella enteritidis. O objetivo do presente estudo foi isolar BAL de leite cru provindas de tanques de expansão e, avaliar o seu potencial antagonista frente a esses dois patógenos. A metodologia utilizada para avalaiar o potencial antagonista foi spot-on-the-lawn, onde as colônias foram avaliadas quanto à sua capacidade de inibir o desenvolvimento de L. monocytogenes ATCC 7644 e S. enteritidis ATCC 13076. Das treze bactérias ácido láticas isoladas, 69,23%(9/13) mostraram-se capazes de produzir substâncias antimicrobianas contra esses patógenos. Concluiu-se, portanto, que as BAL isoladas nesse estudo são eficazes na inibição desses microrganismos altamente patogênicos, sugerindo que essas podem ser utilizadas pela indústria de lácteos como bioconservantes naturais presentes no leite e em seus derivados. Esse estudo ainda abre novas linhas de pesquisa para o futuro, podendo se estudar mais a fundo esses isolados, avaliando a origem das substâncias antimicrobianas, o gênero ao qual esses isolados pertencem e o potencial tecnológico e probiótico dessas BAL, para que futuramente sejam utilizadas em prol da segurança alimentar dos alimentos.


Texto completo:

PDF

Referências


CARPENTIER, B. e CERF, O. Review - Persistence of Listeria monocytogenes in food industry equipment and premises. International Journal of Food Microbiology v. 145, p. 1-8, 2011.

COUTO, E. P. et al. Effect of ozonation on the Staphylococcus Aureus innoculated in milk. Semina: Ciências Agrárias. v. 37, n4, p. 1911-1918. 2016.

DE MARTINIS, E. C. P.; FRANCO, B. D. G. Inhibition of Listeria monocytogenes in a pork product by a Lactobacillus sake strain. International Journal of Food Microbiology, v. 42, p. 119-126, 1998.

DIAS, G. M. P.; Potencial tecnológico de bactérias ácido láticas isoladas de queijo de Coalho artesanal produzido no Município de Venturosa - Pernambuco. 2014. 100p. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas). Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2014.

DOWNES, F. P.; ITO, K. Compendium of Methods for the Microbiological examination of foods. 4.ed. Washington, DC, 2001. 676 p.

GARCIA, L. N. H.; SILVA, F. F.; MAREZE, J. et al. Bactérias ácido láticas isoladas de leite cru de cabra com atividade antagonista a Bacillus cerus e Pseudomonas spp.. In: I CONGRESSO DE PESQUISA EM SAÚDE ANIMAL E HUMANA. 2016, Londrina. Anais. Paraná: Universidade Estadual de Londrina, 2016. v.1, p. 74-76.

GRIMONT, P. A. D.; WEILL, F. X. WHO Collaborating Centre for Reference and Research on Salmonella. Antigenic formulae of the Salmonella serovars. 9th ed., 2007. 155 p.

HALTER, E. L.; NEUHAUS, K.; SCHERER, S. Listeria weihenstephanensis sp. nov., isolated from the water plant Lemna trisulca taken from a freshwater pond. International Journal of Systematic and Evolutionary Microbiology v. 63, 641–647, 2013.

HARRIS, L. J.; DAESCHEL, M. A.; STILES, M. E. et al. Antimicrobial activity of latic acid bactéria against Listeria monocytogenes. Journal of Food Protection, v.52, 384-387, 1989.

HERMANS, G.; FUNCK, D. G.; SCHIMIDT, T. J. et al. Isolamento e identificação de bactérias láticas supostamente bacteriocinogênicas em leite e queijo. Rev. Acad., Ciênc. Agrár. Ambient., Curitiba, v. 11, n. 2, p. 191-196, 2013.

JACOBSEN, C. N. et al. Screening of probiotic activities of forty-seven strains of Lactobacillus spp. by in vitro techniques and evaluation of the colonization ability of five select strains in humans. Applied Environmental Microbiology, v. 65, n.11, p. 4949-4956, 1999.

KOCH, A. C. C.; Características físico-químicas e microbiológicas do leite de ovelha e atividade antagonista de sua microbiota lática. 2014. 93p. Tese (Doutorado em Ciências Animais). Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2014.

KONDYLI, E.; SVARNAS, C.; SAMELIS, JO. et al. Chemical composition and microbiological quality of ewe and goat milk of native Greek breeds. Small Ruminant Research. v. 103, p. 194-199, 2012.

MORAES, P. M.; PERIN, L.M.; TASSINARI ORTOLANI, M.B.; YAMAZI, A.K.; VIÇOSA, G.N; NERO, L.A. Protocols for the isolation and detection of lactic acid bacteria with bacteriocinogenic potential. LWT - Food Science and Technology. v. 43, p. 1320-1324, 2010.

NERO, L.A.; DE MATOS, M.R.; BARROS, M.D.F. et al. Listeria monocytogenes and Salmonella spp. in raw milk produced in Brazil: Occurrence and interference of indigenous microbiota in their isolation and development. Zoonoses and Public Health. v.55, p.299-305, 2008.

ORTOLANI, M.B.T. Bactérias ácido láticas autóctones de leite cru e queijo minas frescal: isolamento de culturas bacteriocinogênicas, caracterização da atividade antagonista e identificação molecular. 2009. 107f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária). Universidade Federal de Viçosa. 2009.

PERIN, L. M. Caracterização de fatores interferentes na produção de bacteriocinas por bactérias ácido láticas isoladas de leite cru e queijo. 2011. 90p. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.

RUSHDY, A. A.; GOMAA, E. Z. Antimicrobial compounds produced by probiotic Lactobacillus brevis isolated from dairy products. Annals of Microbiology, v. 63, p. 81-90, 2013.

SCHMID, B.; KLUMPP,J.; RAIMANN,E. et al. Role of cold shock proteins in growth of Listeria monocytogenes under cold and osmotic stress conditions. Applied Environment Microbiology. Disponível em: . Acesso em: 07 out.2017.

SETTANNI, L., GUARCELLO, R., GAGLIO, R. et al. Production, stability, gene sequencing and in situ anti-Listeria activity of mundticin KS expressed by three Enterococcus mundtii strains. Food Control v. 35: 311-322, 2014.

SHARMA, D.; SAHARAN, B. S. Simultaneous production of biosurfactants and bacteriocins by probiotic Lactobacillus casei MRTL3. International Journal Of Microbiology, v. 2014, p. 1-7, 2014.

SOUZA, L. B.; Avaliação da microbiota lática cultivável de leite bovino e queijo coalho produzidos no Rio Grande do Norte. 2015. 32p. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal). Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, Mossoró, 2015.

TINDALL, B. J.; GRIMONT, P. A. D.; GARRITY, G. M.; EUZÉBY, J. P.; Nomenclature and taxonomy of the genus Salmonella. International Journal of Systematic and Evolutionary Microbiology. v. 55, 521–524, 2005.

VON WRIGHT, A. e AXELSSON, L. Lactic Acid Bacteria: An Introduction, In: LAHTINEM, S., OUWEGAND, A.C., SAALMINEN, S., and VON WRIGHT, A. (Eds.), Lactic Acid Bacteria - Microbiological and Functional Aspects. CRC Press, BOCA RATON, FL. p. 2-14, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Científica do curso de Medicina Veterinária - FACIPLAC

Revista Científica de Medicina Veterinária - REVET - ISSN 2448-4571

Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos - UNICEPLAC

Gama Leste, Brasília - DF

revista.veterinaria@uniceplac.edu.br

Editora-Gerente: Profa. Dra. Daniela Carrilho de Jesus

Editora-Seção: Profa. Dra. Tatiana Guerrero Marçola