Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista de Saúde da Faciplac?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Para a submissão de manuscritos as normas devem ser seguidas detalhadamente para garantir a boa apresentação do trabalho e agilizar o processo editorial. A revisão dos trabalhos é de inteira responsabilidade dos próprios autores. O Comitê Editorial não aprovará manuscritos incompletos, fora do escopo da revista e das instruções para os autores. Conceitos, ideias ou opiniões emitidos nos manuscritos, bem como a procedência e exatidão das citações neles contidas, são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

Os manuscritos devem destinar-se exclusivamente à Revista RSF, não sendo aconselhada sua submissão simultânea a outro(s) periódico(s). Quando publicados, os artigos passam a ser propriedade da Revista RSF, sendo vedada a reprodução parcial ou total dos mesmos, em qualquer meio de divulgação, impresso ou eletrônico, sem a autorização prévia do(a) Editor(a) Científico(a) da Revista. A Revista RSF reserva os direitos de submeter todos os manuscritos para revisores ad hoc, cujos nomes são confidenciais e que terão autoridade para decidir a aceitação ou declínio da submissão. Os manuscritos revisados serão enviados pelos revisores ao Editor Chefe ou para os editores associados, que transmitirão as sugestões para ao(s) autor(es).

Em se tratando de pesquisa envolvendo seres humanos, e atendendo o disposto na Resolução CNS nº 466/2012, o(s) autor(es) deve(m) mencionar, no texto do manuscrito, o número do protocolo de aprovação do projeto, emitido por Comitê de Ética reconhecido pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa, Conselho Nacional de Saúde (CONEP-CNS), ou por órgão equivalente, quando tiver sido executada em outro país. Do mesmo modo, deve(m) mencionar no texto a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido pelos participantes da pesquisa.

 

II. CATEGORIAS DE MANUSCRITOS

Editorial – Texto opinativo sobre assunto de interesse para o momento atual, com repercussão na prática profissional. Deve conter até três (5) páginas redigidas em Times New Roman fonte 12, espaçamento entre linhas 1,5; incluindo referências.

Pesquisa original – Divulgação de pesquisa original e inédita, cujos resultados tenham impacto nas áreas da saúde sobre o ponto de investigação. Deve conter um mínimo de dez (10) e um máximo de vinte (20) páginas redigidas em Times New Roman fonte 12, espaçamento entre linhas 1,5; incluindo os dados de identificação do manuscrito, resumos e referências.

Revisão – Estudo que reúne, de forma ordenada, resultados de pesquisas a respeito de um tema específico, auxiliando na explicação e compreensão de diferenças encontradas entre estudos anteriores que investigam a mesma questão, aprofundando o conhecimento sobre o objeto da investigação. Utiliza métodos sistemáticos e critérios explícitos para identificar, selecionar e avaliar criticamente pesquisas relevantes, e para coletar e analisar dados dos estudos incluídos na revisão. Deve conter um mínimo de dez (10) e um máximo de vinte (20) páginas redigidas em Times New Roman fonte 12, espaçamento entre linhas 1,5; incluindo os dados de identificação do manuscrito, resumos e referências.

Relato de Experiência – Estudo em que se descreve uma situação da prática de ensino, assistência, pesquisa ou gestão/gerenciamento. Pode-se também descrever as estratégias de intervenção e a avaliação de sua eficácia, de interesse para a atuação profissional. Deve conter um mínimo de cinco (5) e um máximo de dez (10) páginas redigidas em Times New Roman fonte 12, espaçamento entre linhas 1,5; incluindo os dados de identificação do manuscrito, resumos e referências.

 Poderão ainda ser publicados: entrevista com personalidade das áreas de ensino e saúde; manuscrito de autor convidado (máximo de 15 páginas); Carta ao Editor (1 página); e Resenha de obra literária, avaliada como sendo de interesse do público alvo da RSF (máximo de 2 páginas). Todos essas categorias de publicação devem ser redigidas em Times New Roman fonte 12, espaçamento entre linhas 1,5; incluindo os dados de identificação do manuscrito, resumos e referências.

Deverá ser adotado o Sistema Internacional (SI) de medidas.

 

As equações deverão ser editadas utilizando software compatível com o editor de texto. As variáveis deverão ser identificadas após a equação.

 

Recomenda-se que os autores realizem a análise de regressão ou outro teste estatístico aplicável para fatores quantitativos.

 

Os manuscritos de todas as categorias aceitas para submissão deverão apresentar as quantidades máximas e mínimas de páginas descriminadas anteriormente. Deverão ser digitados em arquivo do Microsoft Office Word 2007 ou superior, com configuração obrigatória das páginas em papel A4 (210 x 297 mm) e margens de 2 cm em todos os lados (coluna única), fonte Times New Roman tamanho 12, espaçamento de 1,5 pt entre linhas. As páginas devem ser numeradas, consecutivamente, no canto superior direito, até às Referências. O uso de negrito deve se restringir ao título e subtítulos do manuscrito. O itálico será aplicado somente para destacar termos ou expressões relevantes para o objeto do estudo, ou trechos de depoimentos ou entrevistas. Nas citações de autores, ipsis litteris, com até três linhas, usar aspas e inseri-las na sequência normal do texto; naquelas com mais de três linhas, destacá-las em novo parágrafo, sem aspas, fonte Times New Roman tamanho 11, espaçamento simples entre linhas e recuo de 3 cm da margem esquerda.

 

 Para as citações de autores no texto deve-se usar o sobrenome e ano: Lopes (2005) em inicio de frases/parágrafos ou (LOPES, 2005) no final de frases/parágrafos; para dois autores  Souza & Scapim (2005) e (SOUZA & SCAPIM, 2005); três ou mais autores, utilizar o primeiro autor seguido por et al. (WAYNER et al., 2007), porém na lista de referências deverão aparecer ordenadas alfabeticamente pelo sobrenome do primeiro autor. A veracidade das referências é de responsabilidade dos autores.

 

 Não devem ser usadas abreviaturas no título e subtítulos do manuscrito. No texto, usar somente abreviações padronizadas. Na primeira citação, a abreviatura é apresentada entre parênteses, e os termos a que corresponde devem precedê-la.

 As notas de rodapé deverão ser restritas ao mínimo indispensável.

As ilustrações (tabelas, quadros e figuras – fotografias, desenhos, gráficos, etc.), serão numeradas, consecutivamente, com algarismos arábicos, na ordem em que forem inseridas no texto. O(s) autor(es) do manuscrito submetido deve(m) providenciar a autorização, por escrito, para uso de ilustrações extraídas de trabalhos previamente publicados. As ilustrações devem estar inseridas no texto em arquivo editável.

 

Os manuscritos deverão seguir a seguinte estrutura:

 

1ª Página (página de identificação)

•          Categoria (alinhado a esquerda, com primeira letra maiúscula): se pesquisa original, revisão, editorial ou as demais categorias permitidas pela revista e indicadas anteriormente.

•          Título (centralizado): deverá ser conciso, informativo, digitado em negrito com letras minúsculas utilizando a fonte Times New Roman (tamanho 14), com exceção da primeira letra, dos nomes próprios e/ou científicos, que deverão aparecer em itálico. Logo abaixo do título em português, deve-se apresentar a tradução para o inglês.

•          Autores (centralizados): deverão ser adicionados a uma linha abaixo do título, separados por vírgula. O símbolo & deve ser adicionado antes do último autor (Ex.: Paulo da Paz, João de Deus & Pedro Bondoso). Inserir os nomes completos dos autores, por extenso, com letras minúsculas com exceção da primeira letra de cada nome.

•          Afiliação do autor: cada nome de autor deverá receber um número Arábico sobrescrito indicando a instituição na qual ele é afiliado.

•          Instituição(ões) (centralizadas): deverá aparecer imediatamente abaixo da lista de autores em itálico. Cada instituição deverá estar designada por um número relativo ao autor que a ela pertence (Ex.: 1. Universidade de Brasília).

•          Autor para correspondência (alinhado a esquerda): deverá ser identificado com um asterisco sobrescrito. O e-mail institucional, endereço completo, CEP, telefone e fax do autor correspondente deverão ser escritos no final da primeira página.

 As categorias Editorial, Carta ao Editor, Entrevista, Resenha de obra literária, não seguem essa estrutura a partir da segunda página.

2ª Página (todos os itens alinhados a esquerda)

•          Resumo (Abstract): deverá ser escrito na segunda página do manuscrito, não deverá exceder 300 palavras, deverá conter informações sucintas sobre o objetivo da pesquisa, os métodos, os resultados e a conclusão. Os manuscritos escritos em português devem ter um Resumo traduzido para o inglês, ou seja, um Abstract. O Abstract deve ser digitado na terceira página do manuscrito e deve ser revisado por um profissional de edição de língua inglesa. Deve apresentar-se em texto corrido sem parágrafos.

•          Palavras-chave (Keywords): serão aceitas entre 3 e 5 palavras-chave que preferencialmente não estejam citadas no título. As palavras-chave (Keywords) deverão se localizar um espaço após a última linha do resumo ou abstract e serem separadas por vírgula. A primeira letra de cada palavra-chave deverá ser maiúscula.

 

4ª Página e demais (todos os itens alinhados a esquerda)

•          Introdução (alinhado a esquerda): apresentar o problema de estudo, destacar sua importância e lacunas de conhecimento, com revisão da literatura (referências antigas e atuais); incluir objetivos e outros elementos necessários para situar o tema da pesquisa.

•          Material e Métodos: incluir de forma objetiva e completa a natureza/tipo do estudo; dados sobre o local onde foi realizada a pesquisa; população/sujeitos do estudo e seus critérios de seleção; material; equipamentos; procedimentos técnicos e métodos adotados para a coleta de dados; tratamento estatístico/categorização dos dados; informar a data e o número do protocolo da aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa ou pela Comissão de Ética em Experimentação Animal, para todos os trabalhos envolvendo estudos com humanos ou animais, respectivamente.

•          Resultados e Discussão: devem ser apresentados de maneira clara, objetiva e em sequência lógica, utilizando ilustrações (figuras e tabelas) quando necessário. Deve-se comparar com informações da literatura sobre o tema ressaltando-se aspectos novos e/ou fundamentais, as limitações do estudo e a indicação de novas pesquisas.

•          Conclusão(ões): deve ser concisa e apresentar considerações fundamentadas dos resultados encontrados e vinculadas aos objetivos do estudo.

•          Agradecimentos: opcional e deverá aparecer antes das referências.

•          Referências:

a) Artigos de periódicos:

A abreviatura do periódico deverá ser utilizada, em itálico, definida na Base de dados PubMed, da US National Library of Medicine (http://www.pubmed.gov), selecionando Journals Database. Caso a abreviatura autorizada de um determinado periódico não puder ser localizada, deve-se citar o título completo.

 

Autor (es). Título do artigo. nome da revista em itálico. volume (a indicação do fascículo é entre parênteses): páginas inicial - final do artigo, ano de publicação.

 

Exemplo:

Galato D & Angeloni L. A farmácia como estabelecimento de saúde sob o ponto de vista do usuário de medicamentos. Rev. Bras. Farm. 90(1): 14 – 18, 2009.

Fonseca VM, Longobuco P, Guimarães EF, Moreira DL, Kaplan MAC. Um teste do formato de nome. Rev. Bras. Farm. 90(1): 14 – 18, 2009.

 

b) Livros:

•          Com 1 autor

Autor. Título. Edição (a partir da 2a). Cidade: Editora, ano de publicação. Número total de páginas.

 

Exemplo:

Casciato DA. Manual de oncologia clínica. São Paulo: Tecmed, 2008. 1136 p.

•          Com 2 autores

Lakatos EM & Marconi MA. Metodologia científica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1991. 231 p.

•          Com autoria corporativa

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. I Fórum Nacional de Educação Farmacêutica: O farmacêutico de que o Brasil necessita (Relatório Final). Brasília, DF, 2008. 68p.

 

c) Capítulos de livros (o autor do capítulo citado é também autor da obra):

Autor (es) da obra. Título do capítulo. In: ________. Título da obra. Cidade: Editora, Ano de publicação. Capítulo. Paginação da parte referenciada.

 

Exemplo:

Rang HP, Dale MM & RITTER JM. In: Quimioterapia do câncer. Farmacologia. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. cap. 50, p. 789-809.

 

•          Capítulos de livros (o autor do capítulo citado não é o autor da obra):

Autor (es) do capítulo. Título da parte referenciada. In: Autor (es) da obra (ou editor) Título da obra. Cidade: Editora, Ano de publicação. Capítulo. Paginação da parte referenciada.

 

Exemplo:

Schenkel EP, Gosmann G & Petrovick PR. Produtos de origem vegetal e o desenvolvimento de medicamentos. In: Simões CMO. (Org.). Farmacognosia: da planta ao medicamento. 5. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS; Florianópolis: Editora da UFSC, 2003. cap. 15, p. 371-400.

•          Citação indireta

Utiliza-se apud (citado por) nas citações que foram transcritas de uma obra de um determinado autor, mas que na verdade pertence a outro autor.

 

Exemplo:

Helper CD & Strant LM. Opportunities and responsabilities in pharmaceutical care. Am. J. Hosp. Pharm. 47: 533-543, 1990. Apud Bisson MP. Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica. 2. ed. Barueri: Manole, 2007. p. 3-9.

 

d) Teses, Dissertações e demais trabalhos acadêmicos:

Autor. Título (inclui subtítulo se houver). Ano. Cidade. Total de páginas. Tipo (Grau), Instituição (Faculdade e Universidade) onde foi defendida.

 

Exemplo:

Sampaio IR. Etnofarmacologia e toxicologia de espécies das famílias Araceae e Euphorbiaceae. 2008. Rio de Janeiro. 45 p. Monografia (Especialização em Farmacologia), Associação Brasileira de Farmacêuticos. Rio de Janeiro.

 

e) Eventos científicos (Congressos, Seminários, Simpósios e outros):

Autor (es). Título do trabalho. Nome do evento, nº do evento. Página. Cidade. País. Ano.

 

Exemplo:

Marchioretto CT, Junqueira MER & Almeida ACP. Eficácia anestésica da neocaína (cloridrato de bupivacaína associada a epinefrina) na duração e intensidade da anestesia local em dorso de cobaio. Reunião anual da SBPC, 54, Goiânia, Brasil, 2002.

 

f) Patentes:

Devem ser identificadas conforme modelo abaixo e na medida do possível o número do Chemical Abstracts deve ser informado.

 

Exemplo:

Ichikawa M, Ogura M & Lijima T. 1986. Antiallergic flavone glycoside from Kalanchoe pinnatum. Jpn. Kokai Tokkyo Koho JP 61,118,396, apud Chemical Abstracts 105: 178423q.

 

g) Leis, Resoluções e demais documentos

Conforme o modelo:

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) no 44, de 17 de agosto de 2009.

 

h) Banco/Base de Dados

Conforme o modelo

BIREME. Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde. Lilacs - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde. Disponível em: <http://bases.bireme.br/cgibin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&base=LILACS&lang=p>. Acesso em: 27 ago. 2009.

 

i) Homepage/Website

Conforme o modelo:

WHO Guidelines for Pharmacological Management of Pandemic (H1N1) 2009 Influenza and other Influenza Viruses. 91 p. Disponível em: <http://www.who.int/csr/resources/publications/swineflu/h1n1_guidelines_pharmaceutical_mngt.pdf>. Acesso em agosto de 2009.

 

 

  • Tabelas e Figuras

Devem aparecer logo após o parágrafo em que foram citadas com layout alinhado com o texto.

 

Tabelas devem apresentar um título breve (logo acima da tabela) e serem numeradas consecutivamente com Algarismos Arábicos, conforme a ordem em que forem citadas no manuscrito (Ex.: Tabela 1. Concentração de proteínas no colostro de puérperas classificadas segundo IMC). As Tabelas devem apresentar dados numéricos como informação central, e não utilizar traços internos horizontais ou verticais. As notas explicativas devem ser colocadas no rodapé da tabela, com os seus respectivos símbolos. No manuscrito devem ser digitadas como Tabela 1 (Times New Roman, tamanho 11, espaçamento duplo, justificado). Se houver ilustração extraída de outra fonte, publicada ou não, a fonte original deve ser mencionada abaixo da tabela. Figuras devem apresentar um título breve (logo acima da figura) e serem numeradas consecutivamente com algarismos arábicos, conforme a ordem em que forem citadas no manuscrito (Ex.: Figura 1: Eletroforese em SDS-PAGE 10% das proteínas totais do colostro. Após dosagem protéica, volumes específicos de cada grupo foram diluídos em tampão de amostra de modo a obter se uma solução contendo 2,6 µg/µL de proteínas). As Figuras deverão ser digitadas como Figura 1, conter legenda em Times New Roman, tamanho 11, justificado e com largura máxima de 8,25 cm. Não colocar, no manuscrito, Figura publicada em outro periódico sem antes pedir autorização prévia dos autores e/ou da revista. Figuras com baixa resolução devem ser evitadas. Manuscritos com Figuras com resolução ruim não serão aceitos para revisão. As fotos deverão evitar a identificação de pessoas. Caso os autores queiram apresentar fotos com identificação pessoal, deverão apresentar permissão específica e escrita para a publicação das mesmas.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. O texto está em espaço 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  4. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  5. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  6. O e-mail do autor correspondente está presente no manuscrito.

  7. Ao submeter um manuscrito, os autores aceitam que o copyright de seu artigo seja transferido para a Revista RSF, se e quando o artigo for aceito para publicação. Artigos e ilustrações aceitos tornam-se propriedade da Revista RSF.
  8. O manuscrito contem o número de aprovação do CEP (no caso de pesquisa com seres humanos) ou CEUA (no caso de pesquisa com animais).

 

Declaração de Direito Autoral


Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

    1. Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.

    1. Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.

  1. Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado (Veja O Efeito do Acesso Livre).

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.