Inteligência na segurança cibernética

Gleiciane Rosa da Silva

Resumo


Atualmente, as organizações e nações tornam-se mais conscientes de que a qualidade para atingir a eficácia requerida, está ligada diretamente à sua habilidade em aprender, gerar conhecimento e administrá-lo por intermédio da inteligência para se garantir a segurança das informações. Assim, a problemática em questão é qual a relevância da inteligência na segurança cibernética. Logo, o presente artigo tem como objetivo descrever a relevância da inteligência na segurança cibernética. Quanto ao método, o propósito da pesquisa é pesquisa descritiva. A abordagem metodológica foi à qualitativa. No tocante à natureza, trata de uma pesquisa básica. No que tange ao método de pesquisa, designa-se como revisão de literatura. Com relação à técnica de coleta de dados, tais dados foram coletados a partir de dados secundários, já existentes, logo, a pesquisa foi realizada com base em 15 artigos analisados no período de junho a julho de 2014. E seguida, os dados coletados foram tratados por meio de uma discussão em que foi possível realizar um processo de reflexão acerca da importância da inteligência na segurança cibernética. Assim, conclui-se que a Inteligência deve ser usada para sustentar à estratégia, permitindo o aprendizado, a obtenção de vantagem competitiva, a realização do monitoramento ambiental: interno e externo, levando em consideração situações sob diversos enfoques, especificamente o tecnológico para reduzir as incertezas e facilitar a tomada de decisão.

Palavras-chave


Inteligência; Conhecimento; Segurança cibernética; Ciberterrorismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.