Violência contra o professor em salas de aula de escolas públicas brasileiras

Eusiléa Pimenta

Resumo


O presente artigo aborda a temática violência contra o professor em sala de aula em escolas públicas no Brasil, tendo como linha de
pesquisa Anos Iniciais no Ensino Fundamental, que constitui-se como etapa inicial de escolarização no Brasil, entendida como etapa
obrigatória para os cidadãos brasileiros e sendo referência para políticas educacinais dada a sua importância. A violência nas escolas
cresceu sobremaneira que cotidianamente é possível vê-la em cabeçalhos de jornais, em revistas de grande circulação, rádio e meio
televisivo, causando na sociedade e no meio educacional momentos de medo, consternação e indignação. Portanto, busca-se entender
o contexto em que se dá a violência contra o professor dentro da sala, já que ela prejudica a saúde biopsicossocial das pessoas, afeta a
saúde da sociedade e pode ter consequências trágicas para o professor agredido. O objetivo geral consiste em verificar as principais
consequências para o processo ensino e aprendizagem da violência sofrida por professores que atuam no ensino fundamental; Para o
desenvolvimento do projeto, primeiramente as informações foram coletadas a partir do levantamento de livros e de artigos científicos,
publicados em língua portuguesa em periódicos sobre a temática escolhida. A violência no ambiente escolar vem crescendo
assustadoramente ao longo dos últimos tempos. Essa violência perpassa os muros da escola e adentra na sala de aula, tendo como
figura central o professor, que vem sofrendo a cada dia mais, violências que trazem consequências negativas. É importante fazer com
que as leis de proteção para esse profissional sejam aplicadas e ainda, é importante trazer a família para a escola, pois ela pode se
tornar importante parceira do professor. O professor ainda, pode estabelecer com o aluno uma relação de cumplicidade, onde o
discente sinta-se valorizado. Essas atitudes podem evitar inúmeros conflitos.

Texto completo:

XML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.